Follow by Email

sexta-feira, 9 de março de 2012

Mulher virtuosa, quem a pode achar? Pois o seu valor muito excede ao de jóias preciosas. PV 31.10

Tem certas comemorações que me fazem sentir mais vergonha do que celebração.
Exemplo foi a que aconteceu em Recife pelo dia Internacional da Mulher.

Segundo a matéria de um jornal cujo título era  “ Feministas pedem liberdade e autonomia”, algumas mulheres pintaram seus corpos com dizeres como “ Corpo livre”, “ O corpo é meu e eu decido” e “legalizar o aborto” e saíram marchando pelo centro da cidade.

Sinceramente eu já falei sobre aborto aqui, mas tem coisa que me incomoda demais como mulher.
Gostaria muito mais de ver um movimento feminista que chamasse a mulher a ser mais feminina,  o que não tem nada a ver com frágil e que precise se calar diante da violência que sofre.

Que chamasse a mulher a se amar mais, a se respeitar mais, a não querer ganhar a ‘queda de braço’ que a maioria delas na nossa sociedade insiste em ter com os homens achando que ter o "direito" de SE envolver cada semana com uma pessoa diferente igualdade entre gêneros, que vale a pena brigar pro isso e que por esta escolha deve respeitada.

Sinceramente, alguma mulher acha mesmo que um dia vai conseguir isso? Sinceramente, alguma mulher acha que é isto que a fará ser respeitada, amada e admirada ? Sinceramente alguma mulher acha que ter o direito de sair ficar com quem bem entende gerar um filho e depois se livrar dele como se livra de uma roupa suja que está precisando ser tirada do corpo é adquirir alguma dignidade nessa vida? Sinceramente é isso que chamam de liberdade? Acham mesmo? Isso pra mim é na verdade total falta de liberdade, é uma prisão da alma.

Quem acha sugiro acessar os comentários, de homens e mulheres, das participantes do 12º. BBBlixo, que se envolvem cada semana com um participante diferente na casa. O mais educado que li foi rameira, trepadeira.

E vocês acham mesmo que vão conseguir  ser respeitadas por terem o direito de fazer o que querem com seu corpo?

Desculpem as feministas mas não vejo nada de louvável na causa. Não vejo no que isso trará mais dignidade à nós mulheres.

Isso não é o caminho pra quem quer que seja, nem mesmo para os homens. A sociedade é que anda cada dia de mal a pior, perdendo seus valores, respeito, dignidade. E quanto a nós, mulheres, ao invés de sermos uma voz que clama pra resgatar isso, nos juntamos ao coro que contribui para a degradação cada vez maior do ser humano.
Pedimos, aliás, pedimos não, exigimos o direito de tirar a vida de alguém sem a menor culpa, porque quem manda no corpo sou eu!
O que respeito eu posso exigir se não respeito um filho que eu gerei por escolha minha?

Provérbios, 14:1
"Toda mulher sábia edifica a sua casa; a insensata, porém, derruba-a com as suas mãos."

Pena que nos dias atuais a sabedoria não tem sido uma das qualidades mais vista entre os seres humanos e vamos assim, caminhando a passos largos pra beira do abismo.

Quem dera daqui a um ano, boa parte de nós possamos adquirir uma consciência diferente e vejamos movimentos se manifestando no dia 08 de Março de 2013, convocando às mulheres a voltarem a ser mais femininas, sensíveis, edificadoras de lares e famílias, que se amem e se valorizem mais e acima de tudo tementes a Deus. Se não for por ai, vamos chegar no abismo mais cedo do que se imagina.

Abraços,

Nenhum comentário:

Postar um comentário