Follow by Email

quinta-feira, 21 de junho de 2012

Que amor é esse?

Na última terça levei um tempo pra dormir. Muitos pensamentos vindo à minha mente devido a toda emoção destes dias.

Uma coisa que veio ao meu coração foi a imagem da dor, do sofrimento visto em alguns rostos bem familiares.

Me lembro de comentar com uma amiga: O rosto dela nos revela a face da dor, o rosto da dor.
As feições da dor.

Entendi, pelo menos pra mim, que não existe maior dor do que a perda do outro, causada pela morte.
A gente pode "sofrer" por perder um membro do nosso corpo, por estar passando dificuldades financeiras, por estar passando por um longo e difícil tratamento de saúde, por estar só,...Mas a ausência, o não poder mais falar, tocar, abraçar, saber que o outro está ali e vai chegar a qualquer momento, dói, dói na alma. Dói no corpo. A dor chega mesmo a ser física.
Acho que é mais duro ainda quando isso tudo tem que ser processado rápido, sem nenhuma despedida possível, no meio de um choque de uma notícia inesperada de morte.

Daí me veio ao coração que Deus escolheu " matar" seu filho e sofrer a dor mais profunda que nós podemos sofrer, para nos  mostrar que Seu amor por nós não poupa a si mesmo de sofrer a dor mais delacerante que nos acomete.
Ele poderia ter feito de qualquer outra forma, afinal Ele É o Senhor. Ele é todo poderoso. Ele é o Senhor da história, o Criador, tudo existe por Ele para Ele e por meio D´Ele.

Este é o Senhor Deus que nos criou.  Este é o Senhor que se importa tanto conosco ao ponto de escolher sofrer nossa maior dor simplesmente pra dizer o quanto nos ama e nos quer pra Si.
Deus nos ajude a entender Seu amor e caminharmos em direção a ti, em todo tempo, em toda circustância.

abraços,
Fabiana

Nenhum comentário:

Postar um comentário